A Etiópia torna-se a décima nação africana a aderir ao movimento Zero Malária Começa Comigo

Em 1 de outubro de 2019, a Etiópia anunciou o lançamento da sua campanha Zero Malária Começa Comigo nacional, para ajudar a acelerar a eliminação da malária. Lançado por sua Excelência o Sr. Demeke Mekonnen, vice-primeiro-ministro da Etiópia, o país torna-se a décima nação a aderir ao movimento continental.

O lançamento, que teve lugar em Adis Abeba, contou com a presença de dignitários de alto nível, embaixadores, representantes da Comissão da União Africana e organizações internacionais, como a President’s Malaria Initiative (PMI) e a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Conduzido conjuntamente pela Comissão da União Africana e pela Parceria RBM para Acabar com a Malária, o Zero Malária Começa Comigo visa reacender um movimento à escala da sociedade para voltar ao rumo dos esforços que salvaram cerca de 7 milhões de vidas desde 2000 e ajudar a cumprir o objetivo de acabar com a malária no continente até 2030.

O movimento pan-africano procura revigorar o progresso contra a malária por meio de:
– Envolvimento de dirigentes políticos em todos os níveis;
– Mobilização de recursos;
– Empoderamento das comunidades para responsabilizarem os dirigentes na luta contra a malária.

Iniciado no Senegal em 2014, o movimento Zero Malária Começa Comigo à escala continental foi lançado por dirigentes africanos em julho de 2018 na 31.ª Cimeira da UA. Até à data, Etiópia, Essuatíni, Serra Leoa, Gana, Níger, Moçambique, Uganda, Zâmbia, Mauritânia e Senegal aderiram ao movimento Zero Malária, criando Conselhos para Acabar com a Malária e Fundos para Acabar com a Malária nacionais.
Juntamente com o lançamento da sua campanha Zero Malária Começa Comigo, a Etiópia também anunciou que irá ministrar formação a 40 000 trabalhadores de extensão da saúde para prestarem serviços de saúde a comunidades distantes e reiterou o seu compromisso de erradicação da malária até 2030.

O Dr. Abdourahmane Diallo, diretor executivo da Parceria RBM para Acabar com a Malária, afirmou:
“A Parceria RBM está pronta para apoiar a Etiópia nos seus esforços de erradicação da malária, e estamos encantados por terem aderido ao crescente movimento Zero Malária Começa Comigo. Sabemos que somos mais fortes quando trabalhamos juntos e esperamos que ainda mais países adiram à nossa campanha a fim de ajudar a salvar ainda mais vidas desta doença mortal.
A eliminação da malária é uma tarefa monumental, mas exequível, e exigirá que todos intensifiquemos os esforços para acabar com a doença. Zero malária é possível e começa com todos nós.”

Sua Excelência o Sr. Demeke Mekonnen, vice-primeiro-ministro da Etiópia, afirmou:
“As conquistas alcançadas até à data no controlo da doença são notáveis. Porém, o lançamento hoje efetuado da campanha Zero Malária Começa Comigo recorda-nos que o controlo da malária não é um fim em si mesmo; apela a esforços individuais e coletivos que possam pôr termo à doença. Pessoalmente, estou muito empenhado em assumir o meu papel na consecução do objetivo e de bom grado vos informo que o meu governo facultaria todo o apoio necessário para a eliminação da doença.”
O mais recente Relatório Mundial da Malária mostra que a Etiópia já conseguiu uma impressionante redução da doença, com as mortes por malária a diminuírem 58% desde 2000. A campanha Zero Malária Começa Comigo trabalhará para promover um progresso ainda maior no país.

– FIM –

Notas para os editores

Para marcação de entrevista ou para obtenção de mais informações acerca da campanha Zero Malária Começa Comigo, contactar o Gabinete de Imprensa da Parceria RBM em Grayling através do endereço electrónico RBMPartnership@grayling.com ou pelo telefone +44 (0)20 3861 3747.

Sobre a Parceria RBM pelo Fim da Malária

A Parceria RBM pelo Fim da Malária é a maior plataforma global para uma acção coordenada contra a malária. Inicialmente estabelecida como Parceria Roll Back Malaria (RBM) em 1998, a plataforma mobiliza acções e recursos e promove o consenso entre os parceiros. A Parceria é formada por mais de 500 parceiros, incluindo países onde a malária é endémica, parceiros bilaterais e multilaterais, o sector privado, organizações não governamentais e comunitárias, fundações e instituições académicas e de investigação. O Secretariado da Parceria RBM está sediado no Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) em Genebra, na Suíça.

endmalaria.org  Facebook – @RBMPartnership Twitter – @endmalaria