A Tanzânia adere ao movimento Zero Malária Começa Comigo no Dia da Malária da SADC

8 de novembro de 2019 – Hoje, a República Unida da Tanzânia anunciou o lançamento da sua primeira campanha Zero Malária Começa Comigo nacional, tornando-se o 11.º país a juntar-se ao crescente movimento pan-africano, conduzido conjuntamente pela Parceria RBM para Acabar com a Malária e pela União Africana. A campanha foi lançada durante o Dia da Malária da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC), comemorado à margem da Reunião de Ministros da Saúde da SADC em Dar-es-Salam, Tanzânia. Em termos nacionais, a campanha visa mobilizar vontade política, recursos adicionais (especialmente de fontes internas) e apropriação comunitária na luta contra a malária.
Registaram-se progressos significativos em África, com reduções de 40% nas taxas de mortalidade e de 20% na incidência somente nesta década. Porém, o Relatório Mundial da Malária da Organização Mundial da Saúde (OMS) mostrou que os casos de malária nos dez países com carga mais elevada da África Subsariana estavam a aumentar. Por conseguinte, a Zero Malária Começa Comigo visa acelerar o progresso inspirando um movimento à escala do continente para impulsionar a erradicação da malária. Representando 5% das mortes mundiais por malária, a Tanzânia está entre os países com carga mais elevada, com 93% da população em risco da doença.

O movimento pan-africano procura promover a apropriação dos esforços contra a malária pelas comunidades e aumentar o compromisso político para com a erradicação da malária pelos seguintes meios:
• Envolvimento de dirigentes políticos em todos os níveis;
• Mobilização de recursos e financiamento;
• Empoderamento das comunidades para responsabilizarem os dirigentes na luta contra a malária.

A Tanzânia junta-se a Moçambique, Etiópia, Serra Leoa, Gana, Essuatíni, Níger, Uganda, Zâmbia, Senegal e Mauritânia na adoção de iniciativas Zero Malária nacionais desde o lançamento pan-africano conduzido pela Parceria RBM para Acabar com a Malária e pela Comissão da União Africana em julho de 2018. Com início no Senegal em 2014, o movimento Zero Malária abrange agora todo o continente.

Em paralelo com o lançamento da sua campanha Zero Malária Começa Comigo, os responsáveis tanzanianos comemoraram o dia da Malária da SADC com o lançamento do quadro de resultados da malária, que vai aperfeiçoar a responsabilização e a ação no sentido do controlo e da erradicação da malária. Foi também lançada uma aplicação inovadora para melhorar a utilização do quadro de resultados a fim de impulsionar a ação, inclusive por parte dos parlamentares.
O lançamento também contou com uma visita ao Medical Stores Department, um departamento autónomo responsável pela entrega e pela gestão de medicamentos e produtos médicos aprovados, e incluiu demonstrações de controlo de vetores, como mosquiteiros tratados com inseticida de longa duração e larvicidas, mostrando o enorme potencial que África tem para fabricar produtos localmente.

Ummy A. Mwalimu (MP), ministra da Saúde, do Desenvolvimento Comunitário, do Género, do Idoso e da Criança afirmou: “O lançamento da campanha Zero Malária Começa Comigo baseia-se nos nossos esforços sustentados para assegurar que os serviços de prevenção e tratamento da malária cheguem a todas as áreas necessitadas. A campanha fomentará parcerias e providenciará liderança e responsabilização, incluindo a mobilização de recursos. Porém, para atingir resultados eficazes e eliminar a malária, é necessário que sensibilizemos e mobilizemos as nossas comunidades para que sejam paladinos ativos nas intervenções contra a malária, incluindo a aplicação de larvicida.”

O Dr. Abdourahmane Diallo, diretor executivo da Parceria RBM para Acabar com a Malária, afirmou:
“Estamos entusiasmados com a adesão da Tanzânia à crescente lista de nações que declaram que a Zero Malária Começa Comigo no Dia da Malária da SADC. Sendo um país com carga elevada, este é um momento importante para a Tanzânia fazer progressos contra a doença e, em última análise, acabar com a malária. Através desta iniciativa, as comunidades poderão responsabilizar os seus dirigentes na luta contra a malária, para assegurar o estímulo do tão necessário progresso.
Acreditamos que somos mais fortes quando trabalhamos em conjunto e esperamos que outras nações com carga elevada sigam a Tanzânia no reforço da luta e na adesão à nossa campanha para salvar ainda mais vidas desta doença mortal, mas tratável.”

Joy Phumaphi, secretária executiva da Aliança dos Líderes Africanos contra a Malária, afirmou:
“O lançamento da campanha Zero Malária Começa Comigo e do quadro de resultados da malária da Tanzânia para a responsabilização e a ação, bem como da aplicação que o acompanha, reafirma o compromisso da liderança tanzaniana para com a concretização das metas nacionais e continentais de erradicação da malária até 2030. O aumento dos investimentos internos na malária, incluindo um papel acrescido do sector privado no trabalho com o sector público para mobilizar recursos circunscritos para a malária, assegurará que as respostas sejam sustentáveis, contribuindo para vidas mais saudáveis, desenvolvimento de capital humano e partilha da prosperidade e do crescimento económico.”

– FIM –

Notas para os editores

Para marcação de entrevista ou para obtenção de mais informações acerca da campanha Zero Malária Começa Comigo, contactar o Gabinete de Imprensa da Parceria RBM em Grayling através do endereço electrónico RBMPartnership@grayling.com ou pelo telefone +44 (0)20 3861 3747.

Sobre a Parceria RBM pelo Fim da Malária

A Parceria RBM pelo Fim da Malária é a maior plataforma global para uma acção coordenada contra a malária. Inicialmente estabelecida como Parceria Roll Back Malaria (RBM) em 1998, a plataforma mobiliza acções e recursos e promove o consenso entre os parceiros. A Parceria é formada por mais de 500 parceiros, incluindo países onde a malária é endémica, parceiros bilaterais e multilaterais, o sector privado, organizações não governamentais e comunitárias, fundações e instituições académicas e de investigação. O Secretariado da Parceria RBM está sediado no Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) em Genebra, na Suíça.

endmalaria.org  Facebook – @RBMPartnership Twitter – @endmalaria